Iniciar sessão
Email Senha

02.12.2016

Euribor: taxa a 3 meses inicia subida

A taxa indexada a 1 mês, mantém-se uma vez mais estável nos -0,372%. Registando uma subida de 0,001 pontos percentuais, a taxa indexada a 3 meses, a mais vulgar nos créditos a empresas, fixa-se em -0,313% iniciando assim uma nova subida.

01.12.2016

Euribor: 12 meses inicia queda

No que respeita ao indexante a 1 mês, a taxa não sofreu alterações relativamente à última sessão e mantém-se nos -0,372%. A taxa Euribor a 3 meses reflete a mesma estabilidade, permanecendo mais uma vez nos -0,314%.

30.11.2016

Índice de Produção Industrial registou variação homóloga negativa - Outubro de 2016

O índice de produção industrial apresentou uma variação homóloga de -0,5%, em outubro (1,0% em setembro). A secção das Indústrias Transformadoras apresentou uma variação homóloga de -3,0% (-0,7% no mês anterior).

30.11.2016

Euribor: taxa a 1 mês inicia subida

Registando uma subida de 0,002 pontos percentuais, a taxa indexada a 1 mês, fixa-se em -0,372% iniciando assim uma nova subida. A taxa indexada a 3 meses, mantém-se uma vez mais estável nos -0,314%.

29.11.2016

Euribor: indexante a 1 mês novamente em queda

A taxa Euribor a 1 mês, regista uma queda de 0,001 pontos percentuais para os -0,374%. A taxa indexada a 3 meses, a mais vulgar nos créditos a empresas, mantém-se uma vez mais estável nos -0,314%.

Mais...

29.09.2016

Contabilidade | Financeira

Ana Maria Gomes Rodrigues | Maria de Lurdes Ribeiro da Silva | María del Pilar Muñoz Dueñas

A divulgação sobre os ativos intangíveis pelos grupos bancários em Portugal: uma abordagem empírica

O principal objetivo do presente estudo é analisar a extensão e a evolução da divulgação sobre intangíveis pelos grupos bancários a operar em Portugal no período 2001-2009, que representa um período de quatro anos anterior à adoção da IAS 38 do IASB e um período de quatro anos após a adoção desse normativo.

21.09.2016

Contabilidade | Financeira

Carlos Pera Nunes | Cristina Gonçalves | Joaquim Sant´Ana Fernandes

A perceção dos contabilistas certificados das unidades hospitalares na adoção do SNC-AP

Pelo Decreto-Lei n.º 192/2015, de 11 de setembro, foi aprovado o Sistema de Normalização Contabilística - Administração Pública (SNC-AP) aplicável a todos os serviços e organismos da administração central, regional e local que não tenham natureza, forma e designação de empresa pública, ao subsetor da segurança social e às entidades públicas reclassificadas, tais como as Unidades Hospitalares.

13.09.2016

Auditoria

Isa António

Das parcerias público-privadas no sector da saúde: o controlo externo do tribunal de contas

Este estudo pretende debruçar-se sobre a vertente económico-financeira das parcerias público-privadas no sector da saúde.
Num primeiro momento, definimos e caracterizamos a figura jurídica da «PPP», mencionando as suas origens e os desideratos para os quais foi pensada e criada.

07.09.2016

Finanças

Maria da Conceição da Costa Marques | Sofia Margarida Ferreira de Carvalho

Impacto da aplicação da lei dos compromissos e pagamentos em atraso no setor da saúde: um estudo de caso

O setor da saúde, compreendendo a Administração Central do Sistema de Saúde, IP (ACSS), as Administrações Regionais de Saúde, IP (ARS) e os Hospitais EPE, representa um peso significativo nas despesas do Estado, motivando, por isso, a adoção de medidas de contenção orçamental.

01.09.2016

Contabilidade | Financeira

Maria Teresa Venâncio Dores Alves

O profissional da contabilidade pública: o "contabilista público certificado"

A importância de um relato financeiro público ao nível global é, sem dúvida, atualmente reconhecida. Talvez, potenciada pela crise financeira internacional, sentida em Portugal desde 2008. Acontece que, atingir um relato harmonizado a esse nível, implica um esforço significativo da parte de normalizadores e reguladores no sentido de encontrar um normativo comum.