Iniciar sessão
Email Senha
Artigos / Contabilidade

15.03.2015

Contabilidade | Financeira

Joaquim Eduardo Pinto Ribeiro

O n.º 2 do artigo 32.º do Código das Sociedades Comerciais e o impacto na apresentação das demonstrações financeiras - Um novo olhar sobre a apresentação da demonstração das alterações do capital próprio e sobre as demonstrações dos resultados e do resultado integral

Este trabalho começa por enquadrar a problemática das variações de justo valor e a questão se estas variações reconhecidas nos resultados do período estão ou não realizadas, do ponto de vista legal, que permita a distribuição aos sócios, à luz do n.º 2 do artigo 32.º. Neste primeiro capítulo é ainda discutido o tratamento das diferentes reservas, obrigatórias ou não, existentes no ordenamento societário português.

15.12.2014

Contabilidade | Financeira

Bruno Miranda Alves Pereira

Contabilização e valorização de convenções médicas, em caso de aquisição

Apesar de recentemente ter sido objeto de publicação em Diário da República o novo regime para a celebração de novas convenções com o Serviço Nacional de Saúde (SNS), as convenções médicas ainda se baseiam em contratos de adesão, facto que devia afastar a hipótese de transferência onerosa. No entanto, são vendidas e compradas por valores significativos, no contexto das entidades económicas a que respeitam.

15.11.2014

Contabilidade | Financeira

Joaquim Eduardo Pinto Ribeiro

A Continuidade das Operações das Sociedades Comerciais

O principal objetivo do trabalho é descrever e enquadrar a temática da continuidade das operações da empresa, nas várias perspetivas: contabilística, societária e na fiscalização da sociedade por parte do revisor oficial de contas. O trabalho visa ainda analisar o impacto que a introdução do número 2 do artigo 32.º do Código das Sociedades Comerciais, na própria definição de perda de metade do capital social, nomeadamente, a concorrência das variações positivas de justo valor no do capital próprio.

01.11.2014

Contabilidade | Financeira

Joaquim Miranda Sarmento

Do SEC 95 ao SEC 2010: O que muda na contabilidade nacional no Setor Público Administrativo?

Este artigo procura analisar as alterações das regras do Sistema Europeu de Contas, no que diz respeito ao apuramento das contas das administrações públicas. O Sistema Europeu de Contas (SEC) foi revisto em setembro de 2014, passando-se do SEC 95 para o SEC 2010. Procura-se assim, evidenciar o impacto destas alterações no défice e na dívida pública.

15.10.2014

Contabilidade | Financeira

Ana Paula Silva | Bruno Miranda Alves Pereira

A depreciação / amortização: A fronteira que une e separa o regime contabilístico e o regime fiscal

O presente artigo pretende revisitar de forma sumária os principais aspetos que ora erguem, ora esbatem a fronteira entre o regime contabilístico e o regime fiscal da depreciação / amortização. Embora se assinalem certas dissemelhanças, parecem-nos ser muitos mais os aspetos que ambos os regimes comungam.