Iniciar sessão
Email Senha
Artigos / Contabilidade / Financeira

25.01.2018

Contabilidade | Financeira

Diego Passoni

A intenção empreendedora e os efeitos da educação empreendedora nos alunos de ciências contábeis

O empreendedorismo tem significativo papel na geração de riquezas e oportunidades de negócios. Espera-se que a educação superior nas áreas econômicas fomentem os estudos sobre educação empreendedora e, consequentemente, com pesquisas e incentivos ao aumento da intenção empreendedora individual. Nesse sentido o objetivo geral dessa pesquisa é analisar a intenção empreendedora e os efeitos da educação empreendedora nos alunos de ciências contábeis. Para tanto tem-se como objetivos específicos: (i) realizar uma revisão da literatura em educação empreendedora e do seu impacto da intenção do indivíduo em empreender; (ii) verificar o grau de intenção empreendedora nos alunos de ciências contábeis e, (iii) analisar a influência da educação empreendedora na intenção empreendedora nos alunos pesquisados. A metodologia utilizada caracteriza-se como exploratória e descritiva, com aplicação de questionário aos alunos do curso de graduação de ciências contábeis. A abordagem da pesquisa é, predominantemente, quantitativa a partir de estatística descritiva e uso da escala de Likert. Como resultado tem-se que os estudantes que realizaram algum tipo de educação empreendedora apresentaram uma pontuação para intenção empreendedora irrelevante em comparação com aqueles que ainda não tiveram contato com educação empreendedora com uma diferença de 0,06 pontos não permitindo, assim, afirmar que os acadêmicos que realizaram algum programa de empreendedorismo aumentaram sua intenção de empreender.

14.11.2017

Contabilidade | Financeira

Alym Lima das Neves | Amélia Maria Martins Pires | Fernando José Peixinho de Araújo Rodrigues

Análise e reflexão em torno das obrigações de relato e respetivo grau de cumprimento das entidades do setor financeiro em São Tomé e Príncipe

O presente trabalho tem como objetivo discutir, com recurso a uma metodologia qualitativa e descritiva, as obrigações de relato das entidades do setor financeiro em São Tomé e Príncipe (STP), respetivo grau de cumprimento, quem as supervisiona e como o fazem. A recolha de informação foi feita a partir da análise aos relatórios e contas anuais (período de 2012 a 2014) dos sete bancos comerciais que operam no país, a totalidade da população, e com recurso a entrevistas semiestruturadas, efetuadas no mês de janeiro de 2016 a um profissional habilitado de cada uma dessas instituições. Os resultados mostram que a maioria não cumpre com todas as obrigações de relato, pelo que o grau de cumprimento fica aquém do expectável e, inclusive, do legalmente imposto. A supervisão é exercida, exclusivamente, pelo Banco Central de STP e apresenta um pendor eminentemente pedagógico com o objetivo de sensibilizar e melhorar o panorama atual.

18.10.2017

Contabilidade | Financeira

Ana Cristina Marques Daniel | Ângela Sofia Ramos Pires | Helena Isabel Barroso Saraiva | Vítor Manuel de Sousa Gabriel

A contabilidade ambiental e as práticas de divulgação de informação ambiental em Portugal

A temática da Contabilidade Ambiental assume cada vez maior relevância. O presente trabalho teve como principal objetivo analisar as práticas da divulgação das matérias ambientais em organizações cotadas na Bolsa de Valores de Lisboa, durante o período abrangido pelo triénio 2010/2012, por forma a identificar o nível de divulgação ambiental efetuado, assim como os fatores que mais contribuem para a divulgação ambiental por parte das empresas.
Através da realização do estudo empírico foi possível comprovar as hipóteses colocadas:
são as empresas de maior dimensão que apresentam maior nível da divulgação ambiental e ainda que a Certificação Ambiental é um fator determinante da divulgação de informação ambiental.
Relativamente à questão de investigação colocada para este estudo, os resultados obtidos demonstram que as empresas portuguesas estão cada vez mais preocupadas com as questões ambientais e a evolução do nível de divulgação ambiental aumentou entre 2010 e 2012, o que mostra a consciencialização desta problemática por parte das entidades.

11.08.2017

Contabilidade | Financeira

Carla Teixeira de Carvalho | Carlos Alberto Valente dos Anjos | Carlos Martins da Silva

Associações de pais do distrito de Aveiro: cumprimento com as obrigações contabilísticas e fiscais

As Associações de Pais enquadram-se no âmbito das Entidades do Setor Não Lucrativo (ESNL), assumindo atualmente uma importante expressão no âmbito daquele setor.
O presente estudo tem como principal objetivo recolher evidência empírica dos procedimentos e práticas que atualmente são utilizados pelas Associações de Pais, quer no plano contabilístico, quer no plano fiscal, permitindo caracterizar a realidade das Associações de Pais do distrito de Aveiro e a conformidade das práticas adotadas com os normativos aplicáveis.

27.07.2017

Contabilidade | Financeira

Adriana Miranda | Diana Almeida | Miguel Gonçalves

Exames de avaliação profissional de admissão à ordem dos contabilistas certificados: matérias estatutárias e deontológicas (2013-2016)

O artigo dirige-se, especialmente, aos estudantes de cursos superiores de contabilidade.
Pretende firmar-se como um documento que facilite o estudo de um candidato à profissão de contabilista certificado (CC). O paper assume o objetivo pedagógico-didático de dar a conhecer as questões mais representativas de matérias estatutárias e deontológicas apresentadas nos exames de avaliação profissional para o ingresso na Ordem dos Contabilistas Certificados (OCC). De um total de 116 questões evidenciadas nos exames de 2013 a 2016, foram selecionadas as 10 mais frequentes perguntas.

Pesquisa Rápida
Autores

Diego Passoni

Doutor em Administração pela Universidad de Extremadura, Pós-doutoramento na Universidade do Minho. Empreendedor. Docente, Pesquisador e Coordenador do Núcleo de Empreendedorismo e Inovação da FUCAP.

Newsletters